Em Porto de Mós marchou-se em direção ao Rio de Janeiro

Em Porto de Mós marchou-se em direção ao Rio de Janeiro O Município de Porto de Mós recebeu no passado fim de semana, 23 de janeiro, o Campeonato Nacional de Marcha em Estrada de 35km, que se vai disputar pela primeira vez em Portugal...

A vila de Porto de Mós foi o palco escolhido pela Federação Portuguesa de Atletismo organizar o Campeonato Nacional de Marcha Atlética em estrada – 35 km masculinos, na tarde do passado sábado. Registamos a participação de 6 atletas já com mínimos para os Jogos Olímpicos de 2016, que irão decorrer no Rio de Janeiro em agosto próximo e que abrilhantaram esta competição atlética.  Este foi o primeiro campeonato nacional desta distância, que a FPA fez disputar, substituindo os 50km e tendo como um dos objetivos uma maior participação. Este evento contou com o apoio fundamental do Município de Porto de Mós e da Associação Distrital de Atletismo de Leiria. Realizaram se ainda em simultâneo várias provas extra que permitiram a participação das olímpicas Ana Cabecinha e Susana Feitor, ambas já com marcas de qualificação para os referidos Jogos Olímpicos, e mais algumas internacionais, onde destacamos Daniela Stoffel Cardoso. Este enquadramento permitiu ainda  a realização dos campeonatos distritais das Associações de Leiria, Coimbra, Santarém e Castelo Branco, trazendo a Porto de Mós mais de uma centena de atletas e uma grande animação.

O primeiro campeão nacional de 35km é João Vieira, do Sporting Clube de Portugal, que foi cronometrado em 2h37m59s, seguido do seu irmão gémeo, Sérgio, em representação do Sport Lisboa e Benfica, com mais 18 segundos. Estes dois marchadores possuem já mínimos para os 20km marcha dos JO do Rio’2016. O pódio ficou completo com outro atleta olímpico, Pedro Isidro, em 2h43m27s, e já com mínimos para os 50km marcha dos JO do Rio’2016. Na primeira prova de 30km femininos realizada em Portugal, Inês Henriques, do Clube de Natação de Rio Maior conseguiu 2h24m25s" 

Nos campeonatos distritais de Leiria, nos 15km seniores femininos, Ana Cabecinha, do Clube Oriental de Pechão, a competir extra, conseguiu a melhor marca nacional, com 1h07m40s. Ana está já pré selecionadas para os Jogos Olímpicos do Rio’2016, com o 4º lugar alcançado no campeonato do mundo em 2015. A campeã distrital foi Daniela Stoffel Cardoso (LMAC), em 1h11m25s (na passagem para os 20km), seguida da conceituada Susana Feitor (LMAC) com 1h14m39s e de Vera Portela, igualmente do Leiria Marcha Atlética Clube, que assim consegue também o título distrital coletivo. Em seniores masculinos, o campeonato distrital disputou se sobre 10km, com o Leiria Marcha Atlética a conseguir igualmente o triunfo coletivo e o individual por Amaro Teixeira. O vice campeão foi Luís Correia (LMAC) seguido de Cristiano António, do Atlético Clube de Vermoil. Em juvenis os campeões de Leiria foram Rita Vazão, pelo Grupo Desportivo das Pedreiras e Acácio Silva, da Sociedade Filarmónica de Atouguia da Baleia. Nos iniciados os vencedores foram Catarina Costa, do Grupo de Amigos de Casais do Vento e Rodrigo Porfírio (SFAB). Em infantis triunfaram Andreia Carvalho (GACV) e Gustavo Gomes, do Clube Atletismo de Marinha Grande. Em masters o campeão distrital foi José Alberto Passos (SFAB).

 

20km MARCHA FEMININOS ENVOLTOS EM POLÉMICA

Nos 20km femininos a representante do Leiria Marcha Atlética Clube, Daniela Stoffel Cardoso, terminou em 1h34m13s, superando a 1h34m30s exigidos pelo Comité Olímpico de Portugal e pela Federação Portuguesa de Atletismo, como marca de qualificação para os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro do próximo verão. O caricato é que esta marca é válida para efeitos de rankings e recordes, mas por negligência do Conselho de Arbitragem da FPA, que terá nomeado apenas dois juízes internacionais (dos 3 necessários) para avaliarem esta competição, esta não poderá contar como mínimo olímpico. Ainda mais caricato se torna o facto de estarem ainda mais dois juízes internacionais em Porto de Mós, na tarde da competição, responsáveis por um curso de juízes de marcha. Com os critérios de seleção que constam no site da FPA, constatamos que Ana Cabecinha está já selecionada, sendo depois selecionada uma 2ª atleta, a melhor  classificada no Grande Prémio Internacional de Rio Maior em Marcha Atlética (9 de abril), e uma 3ª atleta, e a melhor classificada do Campeonato do Mundo de Nações, de entre as que não tiverem ainda pré selecionadas. Ainda antes destas duas competições internacionais, Daniela terá ainda o campeonato nacional de 20km na Batalha, a 23 de fevereiro, onde certamente irá confirmar os progressos que tem vindo a revelar ao longo da sua carreira desportiva.


LEIRIA MARCHA ATLÉTICA CLUBE SAGRA SE CAMPEÃO NACIONAL COLETIVAMENTE

O Leiria Marcha Atlética Clube cometeu a proeza de se sagrar campeão nacional coletivo, somando 22 pontos. Formaram equipa Luís Correia, que foi o 5º classificado em 2h52m20s, Amaro Teixeira a concluir na 8ª posição com 3h08m32s, seguido de Luís Silva em 3h16m14s e de André Pagaime com 3h41m35s. O Centro de Atletismo de Seia sagrou se vice campeão com 24 pontos. Esta foi a primeira vitória coletiva de um clube da região num campeonato nacional de marcha em estrada, concretizando um dos objetivos previstos no início da presente época. Objetivo alcançado, aposta ganha.

 

Voltar
Apoios Leiria Região Digital AMLEI pos_conhecimento FEDERAcessibilidade

Contactos | Avisos legais
Copyright © 2002-2012 Todos os direitos reservados.