“Alqueidão da Serra, História e Lendas, Tradições, Usos e Costumes” em livro

“Alqueidão da Serra, História e Lendas, Tradições, Usos e Costumes”  em livro No próximo dia 30 de janeiro de 2016 pelas 15h00, será apresentado no auditório José Catarino do Centro de Dia do Alqueidão da Serra, o livro “Alqueidão da Serra, História e Lendas, Tradições, Usos e Costumes” de Alfredo de Matos.

 

Livro Alqueidão da Serra
No próximo dia 30 de janeiro de 2016 pelas 15h00, será apresentado no auditório José Catarino do Centro de Dia do Alqueidão da Serra,   o livro “Alqueidão da Serra, História e Lendas, Tradições, Usos e Costumes” de Alfredo de Matos.

“Investigador da história regional do distrito de que é natural e novelista, género onde usou o pseudónimo Ruy de Lena. Fez os seus estudos no Seminário de Leiria entre 1927 e 1937, ano em que abandonou a vida eclesiástica por falta de vocação. Tendo seguido depois a carreira de empregado de escritório, chegaria à posição de funcionário superior de uma grande empresa industrial. Fez a estreia literária do Diário Popular, como contista, publicando o primeiro livro em 1942, uma novela cujo cenário aponta já para as suas preocupações futuras como jornalista e investigador: a história de região de Leiria em geral e de Porto de Mós em particular. Colaborou com assiduidade e desde cedo nos jornais da sua região – Ecos de Alcoa, de Alcobaça, Voz do Mar, de Peniche, Gazeta das Caldas, das Caldas da Rainha, e A Voz do Domingo, Região de Leiria e o Mensageiro, todos de Leiria -, nos periódicos alentejanos Voz Portalegrense e A Defesa, de Évora, e em A Luta, de Nova Iorque. No Mensageiro usou o pseudónimo Monge dos Candeeiros.”


In Dicionário Cronológico de Autores Portugueses, Volume IV, Lisboa, 1997.

Voltar
Apoios Leiria Região Digital AMLEI pos_conhecimento FEDERAcessibilidade

Contactos | Avisos legais
Copyright © 2002-2012 Todos os direitos reservados.