Porto de Mós candidato às 7 Maravilhas à Mesa

Porto de Mós candidato às 7 Maravilhas à Mesa “7 Maravilhas à Mesa" é a sétima eleição das 7 Maravilhas de Portugal. Vinhos, azeites, pratos e petiscos, roteiros, eventos e experiências eno-gastronómicas vão fazer as “mesas” a concurso e Porto de Mós é candidato!

7 Maravilhas à MesaR é a sétima eleição das 7 Maravilhas de PortugalR.

Vinhos, azeites, pratos e petiscos, roteiros, eventos e experiências eno-gastronómicas vão fazer as “mesas” a concurso e Porto de Mós é candidato!

Após se ter candidatado e ganho o concurso “7 Maravilhas Naturais de PortugalR”, em 2010, onde as Grutas de Mira de Aire arrecadaram o título de Maravilha de PortugalR, na categoria de “Grutas e Cavernas”, o Município de Porto de Mós volta a candidatar-se, desta vez, ao concurso 7 Maravilhas à MesaR com três mesas: Mesa do Castelo, Mesa da Fórnea e Mesa da Gruta.

De acordo com o regulamento oficial do concurso, pretende-se “harmonizar a gastronomia com os vinhos, mas também com o prazer de percorrer o país, descobrindo os encantos do enoturismo.
(…) As candidaturas a concurso serão as “MESAS”, mas num conceito alargado, que inclui o melhor que uma região tem para oferecer: os seus pratos, vinhos, pão, azeite ou queijos, mas também aquilo que pode ser visitado como uma adega ou lagar, um museu ou um percurso pedestre.”

Perante este cenário, será fácil afirmar que Porto de Mós tem muito para promover neste concurso. Assim, no dia 7 de abril serão conhecidos as 49 Mesas pré-finalistas, que passarão à fase seguinte.

Aqui ficam as mesas candidatas pelo Município de Porto de Mós:

Mesa do Castelo - Porto de Mós

Mesa do Castelo

Real banquete, servido no paço, que em tempos foi teto de esperança sem par, das tropas que em campo, cheias de graça, pela mão de D. Nuno, haverão conseguido, a nação afirmar!
Neste castelo, os cheiros de caça lembram D. Fuas, o alcaide imortal! E neste cenário, o coelho e o tordo servem-se à mesa em bolas de pão, chamadas de mondas e tradição. Também a perdiz afirma presença, fazendo do lombo mero aprendiz.
Em tempos em que a luz era a da candeia, o azeite é rei, na torcida e na ceia e serve de caldo à sopa de favas, coroada com ovo e bom bacalhau. E as partes do carneiro, que em banha apuram são sabores de outros tempos, que nos dias de hoje ainda perduram.
Falta o queijo, fresco ou seco, feito com mestria e sabor apurado.
Abram-se alas para el-rei passar, conheça-se a história e o paladar.
De singulares torres verdes, o paço é o mote e vai levá-lo, com toda a certeza, à descoberta deste belo lugar!

Categoria - Gastronomia
- Pão - MONDAS DE CAÇA
- Petiscos - TOMATES DE CARNEIRO
- Sopas - FAVAS COM BACALHAU
- Carne e Caça - PERDIZ COM LOMBO DE PORCO
- Queijos - QUEIJO DE CABRA

Categoria - Vinhos e Azeites
- Azeites - AZEITE AROMATIZADO

Categoria – Roteiros
- Património Histórico, Cultural e Natural - CASTELO DE PORTO DE MÓS


Mesa da Fórnea - Porto de Mós

Mesa da Fórnea

Um banquete para os sentidos! Uma paisagem que nos silencia mas que grita grandeza! Uma mesa de sabores assentes na pedra cinzenta que cunha a serra e que a manta, urdida ao som dos teares, cobre, ousada, pintalgando no verde do quadro, uma mescla de cores.
Chega longe o perfume da morcela de arroz que, assada na brasa, clama pelo pão, que nos estala entre os dedos, cozido no forno de lenha apanhada. O cabrito, outrora inteiro, oferece-se quente na travessa de barro, moldado e ornado com arcos e pintas que são só daqui. O caracol, catado do tojo e da erva rasteira, chega à mesa, como petisco afamado. E o queijo, o queijo pequeno, que se quer seco, a beijar o azeite, que é cá da terra, reclama a origem no gado que pasta.
Venha! Faça a cesta! Descubra os sabores que são desta terra, percorra os percursos que o levam à serra, que contam as histórias da ousadia das gentes. Leve daqui um postal de cores, de cheiro a alecrim que também é tempero e escreva por detrás: “Preso pelo paladar, amarrado à paisagem! Porto de Mós, terei de voltar!”


Categoria - Gastronomia
- Pão  - PÃO CASEIRO
- Petiscos - CARACOL DA SERRA
- Carne e Caça - CAPADO
- Queijos - QUEIJINHOS DOS CANDEEIROS
- Produto Endógeno - MORCELA DE ARROZ/CARNE

Categoria - Vinhos e Azeites
- Azeites - AZEITE MORGADO

Categoria - Roteiros
- Património Histórico, Cultural e Natural - FÓRNEA

 

Mesa da Gruta - Porto de Mós

Mesa da gruta - porto de mós

Há conjugações improváveis que nos proporcionam experiências sem par!
Há rochas escondidas há anos e água que corre debaixo do chão!
Há tons que são os da gruta, os mesmos do mel que adoça o gosto nas faces do pão. E o azeite, antiga cultura, que distribui pela serra a oliveira ancestral, pede à broa que se entregue ao sabor e sirva de cama a este tempero divinal!
Nesta viagem ao centro da terra, Mira de Aire é gruta e maravilha com nome e palco de cheiros, com sabores de encantar. Há cachola, da matança do porco, servida com ervas e batata a par. Da mesma festa, o torrelho entremeia a gordura com a carne do gado que pasta, sereno por cá. E o tortulho, feito de entranhas do borrego pequeno, faz-se acompanhar dos legumes frescos que a terra nos dá.
Venha! Desça ao altar, celebre a grandeza com que a natureza nos brinda e leve consigo os sabores e a certeza de saber que um dia terá de voltar!

Categoria - Gastronomia
- Pão - BROA DE MILHO AMARELO
- Petiscos - TORRELHO
- Sopas - CACHOLA
- Carne e Caça - TORTULHOS
- Produto Endógeno - MEL do Parque Natural Serras d' Aire e Candeeiros "Casa da Olaria"

Categoria - Vinhos e Azeites
- Azeites - AZEITE VILA FORTE

Categoria - Roteiros
- Património Histórico, Cultural e Natural - GRUTAS DE MIRA DE AIRE

 

05-04-2018

Voltar
Apoios Leiria Região Digital AMLEI pos_conhecimento FEDERAcessibilidade

Contactos | Avisos legais
Copyright © 2002-2012 Todos os direitos reservados.